Skip to content

Robocop (2014)

04/03/2014

Mesmo se não houvesse comparação com o original (1987), o Robocop de José Padilha seria um filme sofrível. Comparado com o anterior, deve ser desconsiderado. Personagens sem carisma e mal construídos e um roteiro muito fraco acompanhado por uma trilha sonora idem.

A Detroit decadente e de valores morais perdidos foi esquecida. Em seu lugar, uma cidade limpa, organizada e que parece um paraíso se comparada a sua antecessora. É difícil identificar um vilão principal, apesar de se apontar para o mais do que batido inescrupuloso-empresário-multinacional-capitalista (Michael Keaton). Até o assassino do policial Alex Murphy (Joel Kinnaman) é completamente secundário. E não falta, claro, a corrupção policial.

Há também o alívio cômico, pouco engraçado, na forma de Pat Novak (Samuel L. Jackson), um apresentador revestido do estereótipo republicano. Entre as incoerências: Se Robocop tem uma arma incapacitadora, por que ele apelaria para força letal? Afinal, o policial ideal deveria neutralizar a ameaça, não necessariamente para sempre. Se o Robocop não resistiria ao calibre .50, como ele resistiu aos disparos dos ED-209?

Outra vantagem do original é a “desrobotização” de Murphy, que se dá passo a passo, com o conflito surgindo conforme o filme avança. Neste, o policial já começa com a consciência de ser uma pessoa, perdendo-a momentaneamente. E o dilema por que passa seu construtor, o cientista interpretado por Gary Oldman, também não parece muito relevante, visto que ele pode por sua ética de lado assim que a situação exige.

É um filme raso, capaz de ser esquecido assim que as luzes acendem.
Robocop

Anúncios

From → Filmes

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: