Skip to content

Django Unchained (2012)

12/02/2013

Não há como não ver logo de cara que a verdadeira estrela de Django Livre é Christoph Waltz. Assim como em Bastardos Inglórios, o austríaco rouba a cena já nos primeiros momentos.

O filme de Quentin Tarantino tem todos os elementos do diretor: a comicidade, os longos diálogos com um quê filosófico e a violência exagerada, por vezes gratuita e desnecessária.

O escravo Django (Jamie Foxx) é resgatado pelo Dr. King Schultz (Waltz) – um dentista que ganha a vida como caçador de recompensas -, com o intuito de identificar três irmãos procurados pela justiça. Schultz acaba por ser afeiçoar a Django e sua busca por sua esposa Brunnhilde (Kerry Washington), uma escrava criada por senhores alemães, e partem para resgatá-la de uma fazenda no Mississippi.

A busca os leva até a fazenda Candyland, comandada pelo cruel e impiedoso Calvin Candie (Leonardo DiCaprio). Felizmente, a última empreitada de DiCaprio como vilão não lembra em nada a pífia interpretação em O Homem da Máscara de Ferro. Candie adora a cultura francesa – prefere ser chamado de monsieur a mister -, mas seu apreço não lhe rendeu mais do que um superficialíssimo conhecimento de Os Três Mosqueteiros, e menos ainda de seu autor, o que não o permite entender a ironia de uma de suas execuções.

A outra presença marcante fica por conta de Samuel L. Jackson na pele do antigo escravo que se torna praticamente “da família” e assessor do “sinhô”. A caricata interpretação de Jackson é um dos melhores pontos cômicos do filme.

Ainda, Walton Goggins mostra porque vem ganhando respeito como ator. Após interpretar o irritante Shane na série The Shield, Goggins é atualmente o principal antagonista em Justified, com elogiada atuação. Seus poucos momentos no filme são marcantes, principalmente quando tem Django em suas mãos.

É um filme longo (165 min.), mas que não se arrasta, mesmo nas cenas com diálogos mais compridos.

A única observação é que o filme se coloca dois anos antes da Guerra Civil Norte-Americana, período em que, salvo engano, os revólveres e espingardas de Samuel Colt ou Smith & Wesson ainda não eram produzidos em larga escala. Detalhe irrelevante, claro, em contrapartida à diversão que o filme proporciona.

Django Livre

Anúncios

From → Filmes

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: