Skip to content

Mass Effect III

27/04/2012

Este tópico contém revelações sobre a trama do jogo.

Um dos melhores jogos do ano, sem dúvida. Nota 10, mas cabe, realmente, uma ressalva ao final da trilogia.

A história chega ao seu clímax quando os Reapers lançam sua invasão com força total e chegam ao planeta Terra. Assim, cabe a Shepard reunir as forças espalhadas pela galáxia para a batalha final.

O jogo adiciona novas movimentações e implementações ao combate muito bem-vindas, que o tornaram mais dinâmico. As missões ganharam um novo ritmo e têm o senso de urgência que permeia todo o jogo.

Outro ponto a se destacar é a ótima música, que ambienta tão bem as cenas e as missões.

Alguns personagens podem ou não sobreviver durante o percurso, e cada perda faz o jogador sentir certo impacto. A boa interpretação dos diversos atores aos personagens demonstram bem como cada um é afetado.  O líder da Cerberus, Illusive Man, é interpretado por um ator do porte de Martin Sheen, por exemplo.

Os diálogos mostram como a preparação para o enfrentamento de um inimigo muito superior atinge os personagens, que se mostram conscientes do inexorável destino que os aguarda. Antes da batalha final, as conversas revelam que todos se encaminham para o mesmo fim trágico, senão por um tênue fio de esperança.

As várias críticas ao final do jogo se dão não somente pelo destino de John Shepard, mas por alguns furos e falta de consequência que as decisões tomadas teriam, conforme promessa da desenvolvedora Bioware.

As três opções principais para o final são quase idênticas, sendo que as duas primeiras têm uma diferença mínima dependendo da quantidade de recursos para a batalha que o jogador angariou. Aí está a primeira grande crítica. As grandes decisões tomadas no decurso da série acabam por ser praticamente irrelevantes no final, como o destino dos Rachini, a solução para a guerra entre Quarians e Geth, a cura ou não do genophage, etc.

Todos os finais levam a destruição dos mass relays, o que deixaria todas as espécies no mesmo sistema, visto que a batalha final é travada no sistema solar, com apenas um planeta habitável e sem recursos para o sustento de todos. Dá-se a entender que, dessa forma, os Reapers acabaram por vencer de alguma maneira, visto que isso levará, inevitavelmente, à extinção pela fome ou uma guerra fatal entre as espécies na luta por recursos.

Ainda, enquanto os mass relays são destruídos, mostra-se a Normandy escapando de ser sugada pela explosão de um e caindo em um planeta “selva” aparentemente inexplorado. Saem da nave personagens que não poderiam estar nela, pois são os escolhidos para a última batalha.

Pode-se apontar outros detalhes sobre porque os finais não fazem jus à trilogia, mas esses parecem ser os pontos nevrálgicos. E também diminui o valor de voltar a jogar, sabendo que nada muda verdadeiramente no fim.

O final não desmerece a série, mas, após tantas horas empregadas no intuito de conseguir o melhor resultado possível, fica uma pequena decepção.

Anúncios

From → Jogos

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: